A importância da governança corporativa!

Longe de ser uma tendência, os processos ajudam companhias a se estabelecerem em um mercado cada vez mais veloz e competitivo.

A governança corporativa tem um papel importante na área de compras, pois ajuda a garantir que os processos de compras sejam conduzidos de forma ética, transparente e eficiente.

Ter uma visão holística em compras traz uma vantagem competitiva valiosa em um mundo movido por dados e informações. Porém, só é possível conquistá-la por meio de uma solução tecnológica que contemple todas as informações em um único ambiente.

Vamos saber mais sobre Governança Corporativa em Compras?

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

  1. Gestão de riscos: A governança na área de compras permite que sejam estabelecidos controles adequados para a gestão de riscos relacionados aos processos de compras. Isso ajuda a garantir que as compras sejam feitas de forma segura e confiável, minimizando riscos de fraudes, corrupção ou outros problemas que possam prejudicar a empresa.
  2. Transparência: Uma governança eficaz na área de compras permite que as empresas sejam transparentes em suas operações de compras, o que ajuda a construir a confiança dos clientes, parceiros e outros stakeholders.
  3. Compliance: Com as regulamentações em constante mudança e as leis anticorrupção cada vez mais rigorosas, a governança na área de compras é fundamental para garantir que as compras estejam em conformidade com as leis e regulamentos aplicáveis.
  4. Eficiência: A governança na área de compras ajuda a garantir que os processos de compras sejam conduzidos de forma eficiente, resultando em uma economia de tempo e recursos. Isso também ajuda a garantir que as compras sejam feitas de forma estratégica e apropriada, levando em consideração o valor total do ciclo de vida dos bens e serviços adquiridos.
  5. Prestação de contas: A governança na área de compras ajuda a garantir que os gestores de compras sejam responsáveis pela tomada de decisões e pelos resultados obtidos. Isso ajuda a garantir que as compras sejam feitas de forma justa, transparente e eficaz, com resultados mensuráveis e alcançáveis.
Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

A sigla ESG se tornou a bola da vez do mercado, a síntese em inglês para Ambiental, Social e Governança, pelo mercado e deu uma nova roupagem para o já cansado universo da sustentabilidade. ESG joga luz sobre aspectos não financeiros que precisam ser considerados por uma empresa que busca ser sustentável.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

ESG é, em essência, a abertura de informações e a mensuração da performance da gestão ambiental e social e das práticas de governança de uma organização. Tudo que gera evidências dos impactos da cadeia produtiva e, principalmente, dos riscos inerentes ao negócio.

Sustentabilidade, no seu entendimento, é o pensamento estratégico da companhia, que integra aspectos não financeiros considerados pelo ESG aos modelos de negócios voltados à geração de um impacto maior para a sociedade.

Sustentabilidade não olha somente para os riscos, mas principalmente para as oportunidades, apontando o futuro e as transformações necessárias para alcançá-las. Sua orientação é de fora para dentro da organização e de como ela se sustenta no tempo, mantendo-se conectada com as demandas da sociedade.

O ESG está englobado dentro da sustentabilidade, o que não reduz a sua importância, onde sua performance produz evidências e gera credibilidade, abrindo o caminho de uma companhia na direção de um modelo de negócios sustentáveis.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Youtube – https://www.youtube.com/@supplysolutions8877

Instagram – https://www.instagram.com/supply.solutions/

Site: https://ssolutions.com.br/

Compartilhe

Veja também: