Entrevistamos o Chat GPT sobre o Mercado de Supply Chain. Será que a IA está por dentro do assunto? Confira!

Chat GPT é um modelo de linguagem natural baseado em inteligência artificial que pode ser usado para criar sistemas capazes de manter conversas naturais com os usuários. O GPT significa “Generative Pre-training Transformer” (Transformador Pré-Treinado Generativo) e é uma tecnologia de ponta em processamento de linguagem natural.

A tecnologia por trás do chat GPT é baseada em redes neurais de aprendizado profundo, que são treinadas em grandes quantidades de dados de linguagem natural. O modelo é capaz de aprender a estrutura da linguagem e a relação entre as palavras, permitindo que ele gere respostas naturais e coesas.

Sejam bem-vindos a tecnologia do presente!

Por curiosidade, elaboramos perguntas básicas sobre o mercado para testar os conhecimentos dessa inteligência, vamos lá?

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem
Supply Solutions e Chat GPT

Pergunta 1: Qual o futuro do Supply Chain no mundo?

O futuro do supply chain é muito promissor, com muitas tendências e inovações que estão transformando a maneira como as empresas gerenciam suas cadeias de suprimentos. Algumas das principais tendências que devem moldar o futuro do supply chain incluem:

  1. Digitalização: é uma tendência crescente que permite às empresas gerenciarem seus processos de forma mais eficiente, reduzindo os custos e melhorando a visibilidade da cadeia de suprimentos.
  2. Automação: é outra tendência em ascensão que ajuda as empresas a melhorar a eficiência, reduzir erros e diminuir os custos.
  3. Inteligência artificial: está sendo cada vez mais usada na cadeia de suprimentos, permitindo prever e identificar problemas, otimizar a cadeia de suprimentos e melhorar a tomada de decisões.
  4. Sustentabilidade: é uma tendência crescente na cadeia de suprimentos, com as empresas buscando reduzir o impacto ambiental e social de suas operações.
  5. Colaboração: é uma tendência importante que ajuda a melhorar a eficiência, reduzir custos e mitigar riscos.
  6. Logística autônoma: A tecnologia de veículos autônomos está se tornando cada vez mais comum permitindo entregas mais eficientes e reduzindo os custos de transporte.

A digitalização, automação, inteligência artificial, sustentabilidade, colaboração e logística autônoma são algumas das principais tendências que devem moldar o futuro da cadeia de suprimentos.

Pergunta 2: Qual a importância da área de compras em empresas?

A área de compras desempenha um papel crítico em empresas do varejo, uma vez que é responsável por garantir que a empresa possua um estoque adequado de produtos para atender às demandas dos clientes. Sem uma estratégia eficiente de compras, uma empresa de varejo pode enfrentar problemas, como a falta de produtos em estoque, excesso de produtos não vendidos, aumento dos custos de estoque e a perda de oportunidades de venda.

Algumas das principais razões pelas quais a área de compras é importante em empresas do varejo são:

  1. Garantir a disponibilidade de produtos: Uma das principais funções da área de compras é garantir que a empresa tenha o estoque adequado de produtos para atender às demandas dos clientes.
  2. Reduzir custos: A área de compras é responsável por negociar com fornecedores para obter preços competitivos e reduzir os custos de aquisição de produtos.
  3. Gerenciamento de riscos: A área de compras é responsável por identificar e gerenciar riscos na cadeia de suprimentos, como a interrupção no fornecimento ou problemas de qualidade.
  4. Melhoria da eficiência: Uma área de compras eficiente pode melhorar a eficiência da empresa, garantindo que os processos de aquisição e gerenciamento de estoque sejam otimizados.

Uma estratégia eficiente de compras pode levar a uma experiência melhor para os clientes, aumento das vendas e maior rentabilidade para a empresa.

Pergunta 3: Quais habilidades um profissional de supply chain precisa para se destacar no mercado?

O profissional de supply chain é responsável por gerenciar todos os processos envolvidos na cadeia de suprimentos, desde a aquisição de matérias-primas até a entrega dos produtos ao cliente final. Algumas das habilidades mais importantes incluem:

  1. Conhecimento técnico: deve possuir conhecimento técnico sólido, incluindo aquisição, gerenciamento de estoque, logística, distribuição e cadeia de suprimentos.
  2. Habilidade analítica: deve ser capaz de analisar dados e informações para tomar decisões informadas e melhorar a eficiência da cadeia de suprimentos.
  3. Habilidade de comunicação: possuir habilidades de comunicação efetiva para se comunicar com fornecedores, clientes e outras partes interessadas na cadeia de suprimentos.
  4. Habilidade de negociação: ser capaz de negociar com fornecedores e clientes para obter preços competitivos e garantir o fornecimento oportuno de produtos.
  5. Habilidade de liderança: deve possuir habilidades de liderança para gerenciar equipes e coordenar os processos de supply chain de forma eficiente.
  6. Habilidade de resolução de problemas: deve ser capaz de identificar problemas e encontrar soluções para melhorar a eficiência da cadeia de suprimentos.
  7. Habilidade de adaptação: deve ser capaz de se adaptar às mudanças na demanda, nos processos de negócios e nas tecnologias para garantir que a cadeia de suprimentos funcione de forma eficiente.

O desenvolvimento dessas habilidades pode ajudar os profissionais de supply chain a alcançar o sucesso em suas carreiras e contribuir para a eficiência e eficácia da cadeia de suprimentos da empresa.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem
Nossa opinião:

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Convidamos o diretor de suprimentos da Supply Solutions, Bruno Roman para dar suas respostas e opiniões sobre as perguntas respondidas pelo chat GPT,

Acompanhe as respostas.

Pergunta 1: Qual o futuro do Supply Chain no mundo?

Quanto à digitalização, é verdade que já está acontecendo há algum tempo e que é uma tendência global. No entanto, é importante destacar que a digitalização pode sim contribuir para a redução de custos na área de compras, principalmente por meio da automação de processos e da otimização da gestão de informações. A digitalização pode permitir uma maior eficiência na gestão de fornecedores e na análise de dados, por exemplo, o que pode impactar diretamente na redução de custos.

A automação é realmente uma tendência crescente na área de compras, pois traz inúmeros benefícios para a gestão de processos, estruturas e redução de erros. Como você mencionou, ela pode ajudar na criação de uma área de compras mais estratégica e enxuta, além de possibilitar uma maior eficiência na gestão de fornecedores e na análise de dados.

Concordo com sua opinião sobre a sustentabilidade, que é uma tendência cada vez mais presente nas empresas, e pode gerar benefícios tanto para o meio ambiente quanto para a redução de custos.

Quanto à colaboração entre empresas, embora ainda possa haver alguns bloqueios, é uma tendência que pode ser benéfica para a redução de custos, principalmente na área de compras compartilhadas e na gestão de fornecedores estratégicos.

Em relação à logística autônoma, é verdade que pode ser uma realidade distante para o Brasil, mas é uma tendência presente em outros países e que pode revolucionar a logística mundial no futuro. É importante que as empresas estejam atentas a essa tendência e avaliem como podem se preparar para adotá-la quando se tornar viável no país.

Pergunta 2: Qual a importância da área de compras em empresas?

O GPT fala que uma das principais funções da área de compras é garantir que a empresa tenha estoque com número adequado para garantir a demanda dos clientes. No entanto, essa visão pode estar desatualizada, já que atualmente existem muitas áreas de compras que não têm o poder de controlar seus estoques. O papel da área de compras, em relação aos estoques, é mais voltado para garantir a disponibilidade do produto, assegurando que o fornecimento esteja de acordo com as necessidades da empresa. Nesse aspecto, pode-se dizer que o GPT deixou a desejar.

Em relação à redução de custos, a resposta apresentada é boa, mas há outras ações importantes que não foram mencionadas, como o processo de strategic sourcing. Esse processo envolve não apenas a negociação, mas um conjunto de atividades, como a análise de mercado, a busca por novos fornecedores, a padronização de produtos e processos, entre outros. Com isso, é possível obter não só uma redução de custos, mas também uma melhoria na qualidade dos produtos e serviços adquiridos.

Falando sobre gerenciamento de risco, a resposta está correta. O gerenciamento de risco consiste em planos de contingência para evitar situações adversas, como greves de caminhoneiros, pandemias, entre outros. inclusive acredito que este assunto poderia ser melhor explorado.

Já em relação à melhoria da eficiência, acredito que a resposta do GPT deixou a desejar. O gerenciamento de estoque é importante para garantir a disponibilidade e evitar rupturas, o que naturalmente aumenta a eficiência, mas não é suficiente. É necessário adotar uma série de ações para melhorar a eficiência da área de compras como um todo.

O que você achou desse artigo?

Qual a sua opinião sobre as repostas do GPT?

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Youtube – https://www.youtube.com/@supplysolutions8877

Instagram – https://www.instagram.com/supply.solutions/

Site: https://ssolutions.com.br/

Compartilhe

Veja também: