Varejo Alimentar Digital É Uma Tendência?

Mudanças No Comportamento Digital

O varejo alimentar é um dos menores no digital em crescimento em relação a outros setores. A necessidade de mudanças no negócio que se intensificou na pandemia movimentou o comércio para a digitalização de diversos processos. No entanto, até mesmo em países que possuem maior índice de digitalização como China, Tawan, Inglaterra, Coreia do Sul, há uma média de números inferiores na penetração de compras. No Brasil, o envolvimento com o digital é muito menor do que a penetração total do e-commerce, tanto de oferta, quanto de demanda.

Com relação a demanda, a maioria ainda prefere selecionar os produtos presencialmente, como os legumes, frutas e verduras por exemplo e até mesmo mantem a crença de que ao ir até ao estabelecimento tem maior probabilidade de encontrar boas promoções o que faz com que diversos empreendedores se mantenham nessa inércia. Uma pesquisa realizada pela Dunnhumby, uma empresa focada em ciência mostrou que o brasileiro está visitando mais lojas, em 2022 aumentou em 51% o número de visitas em relação ao ano de 2021. E supermercados são os principais (84%), em seguida vem os hipermercados com (61%) e os minimercados ou mercearias (57%).

É Necessário Estruturar O Varejo Alimentar Digital

Contudo, apesar do que foi dito anteriormente, o segundo trimestre de 2022 demonstrou um resultado um tanto de crescimento para os varejistas que empreendem no digital, como o Carrefour que começou a investir mais no varejo digital, ampliando sua política digital de frete grátis, com o clique e retire nas lojas e assim toda essa reestruturação trouxe um destaque no 2° semestre de 2022, garantindo o crescimento de 4,1 vezes em relação ao mesmo período em 2021.

Outra informação importante também é o crescimento da modalidade clique e retire, que formou cerca de 43% das vendas digitais.

Por fim, ao comparar esses dados é possível ver que sim, o varejo digital ainda está em um processo lento de crescimento, mas que existe um público que tem buscado sim essa nova forma de consumo. E conforme as empresas criam suas estruturas de varejo online de forma estratégica, melhor irá atrair novos clientes. Além disso, o clique e retire também é uma tendência que tende cada vez mais a crescer, sendo essa mistura do presencial, com o digital. Portanto, fique de olho nas mudanças do varejo e esteja preparado para oferecer o melhor atendimento ao cliente seja presencialmente ou online.

Para ficar cada vez mais por dentro das mudanças do setor de compras e como se preparar para posicionar sua empresa no Supply Chain, conheça os cursos da Supply Solutions para preparar sua equipe de colaboradores. Temos cursos de strategic sourcing, negociação para compradores, planejamento de vendas e operações, entre outros. Essa é a chance de fazer sua empresa se destacar no mercado de compras!

Fonte: Sincovaga/ Superhiper

Compartilhe

Veja também: